quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Vós haveis de ver novamente a diferença entre o justo e o iníquo, entre o que serve a Deus e o que não o serviu. — Mal. 3:18.


Como é grande o contraste entre o ponto de vista dos que são parte da congregação cristã e dos que não são! Ainda que, como povo de Jeová, tenhamos de enfrentar muitas das mesmas questões e problemas de nossos semelhantes, a nossa reação é muito diferente. (Isa. 65:13, 14) Por quê? Porque a Bíblia explica satisfatoriamente o motivo de a humanidade se encontrar na situação em que está. Assim, estamos bem preparados para lidar com os desafios e problemas da vida. Por isso, não ficamos preocupados demais com o futuro. Adorar a Jeová nos protege contra raciocínios insensatos e antibíblicos, contra a imoralidade e as consequências disso. Desse modo, os membros da congregação cristã sentem uma tranquilidade que outros desconhecem. — Isa. 48:17, 18; Fil. 4:6, 7. 
w10 15/6 1:6

Tenha um lindo dia
Rose

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

A cabeça do Cristo é Deus. — 1 Cor. 11:3.



O que Jesus achou de submeter-se à chefia de Jeová e vir à Terra? As Escrituras dizem: “Cristo Jesus, o qual, embora existisse em forma de Deus, não deu consideração a uma usurpação, a saber, que devesse ser igual a Deus. Não, mas ele se esvaziou e assumiu a forma de escravo, vindo a ser na semelhança dos homens. Mais do que isso, quando se achou na feição de homem, humilhou-se e tornou-se obediente até à morte.” (Fil. 2:5-8.) Jesus sempre se submeteu humildemente à vontade de seu Pai. Ele disse: “não procuro a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou.” (João 5:30) ‘Faço sempre as coisas que agradam ao meu Pai’, declarou. (João 8:29) Quase no fim de sua vida na Terra, Jesus orou ao Pai: “Eu te tenho glorificado na terra, havendo terminado a obra que me deste para fazer.” (João 17:4) Evidentemente, Jesus não tinha nenhum problema em reconhecer e aceitar a chefia de Deus.
 w10 15/5 1:3-5

Lindo dia para você
Rose


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Agora tem sido revelado. — Efé. 3:5.



Muitos assuntos precisavam de esclarecimento para os cristãos do primeiro século. Por exemplo, havia perguntas a respeito do novo pacto que passou a vigorar no Pentecostes. Será que esse novo pacto se limitava aos judeus e aos prosélitos judaicos? Poderiam os gentios também ser aceitos nele e ser ungidos com espírito santo? (Atos 10:45) Será que os homens gentios tinham de primeiro ser circuncidados e se submeter à Lei mosaica? (Atos 15:1, 5) Cada um desses assuntos foi trazido à atenção do corpo governante por meio de homens de responsabilidade. Pedro, Paulo e Barnabé estavam na reunião e relataram como Jeová havia lidado com os gentios incircuncisos. (Atos 15:7-12) Depois de considerar essas evidências à luz de indicações nas Escrituras Hebraicas, e com a ajuda do espírito santo, os membros do corpo governante tomaram uma decisão. Daí escreveram às congregações a respeito dessa decisão. — Atos 15:25-30; 16:4, 5. 
w10 15/7 4:5, 6

Tenha um lindo dia.
Rose

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Os elementos, estando intensamente quentes, serão dissolvidos. — 2 Ped. 3:10.


“Os elementos” mencionados por Pedro referem-se às coisas fundamentais que conferem ao mundo suas características, atitudes, maneiras e objetivos ímpios. “Os elementos” incluem “o espírito do mundo”, que “opera nos filhos da desobediência”. (1 Cor. 2:12; Efé. 2:1-3) Esse espírito, ou “ar”, predomina no mundo de Satanás, impelindo as pessoas a pensar, planejar, falar e agir de uma maneira que reflete a mente de Satanás, o orgulho e rebelde “governante da autoridade do ar”. Portanto, de maneira consciente ou não, as pessoas contagiadas com o espírito do mundo permitem que sua mente e seu coração sejam influenciados por Satanás, passando assim a refletir o modo de pensar e a atitude dele. Como resultado, elas fazem o que querem, sem levar em conta a vontade de Deus. Reagem a situação com orgulho ou egoísmo, manifestam uma atitude rebelde para com a autoridade e dão livre vazão ao ‘desejo da carne e ao desejo dos olhos’. 
– 1João 2:15-17

Tenha um lindo dia
Rose



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Todo aquele que persiste em olhar para uma mulher, a ponto de ter paixão por ela, já cometeu no coração adultério com ela. — Mat. 5:28.



No mundo moderno, é cada vez mais comum ‘persistir em olhar’ pornografia, em especial na internet. Não precisamos procurar esses sites — eles nos procuram! Como assim? Um anúncio com imagem sedutora pode aparecer de repente na tela do computador. Ou um aparentemente inofensivo e-mail, uma vez aberto, pode exibir um arquivo com imagem pornográfica feito de tal modo que se torna difícil fechá-lo. Mesmo que a pessoa a olhe só de relance antes de apagá-la, a imagem já criou uma impressão na mente. Uma simples olhada na pornografia pode ter tristes consequências. Pode deixar a pessoa com consciência pesada e se tornar uma luta apagar da mente cenas imorais. Pior ainda, quem de propósito “persiste em olhar” pornografia mostra que ainda não amorteceu seus desejos ilícitos. — Efé. 5:3, 4, 12; Col. 3:5, 6. 
w10 15/4 3:8, 9

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O gatuno não furte mais, antes, porém, trabalhe arduamente, fazendo com as mãos bom trabalho. — Efé. 4:28.



O cristão dedicado que rouba está na verdade ‘atacando o nome de Deus’ por trazer vitupério sobre ele. (Pro. 30:7-9) Nem mesmo a pobreza justifica o roubo. Quem ama a Deus e ao próximo sabe que roubar nunca se justifica. (Mar. 12:28-31) No texto de hoje, Paulo não diz apenas o que não devemos fazer; ele destaca também o que devemos fazer. Se vivermos e andarmos por espírito santo, trabalharemos arduamente para sustentar nossa família e ter também “algo para distribuir a alguém em necessidade”. (1 Tim. 5:8) Jesus e seus discípulos tinham uma reserva financeira para ajudar os pobres, mas o traidor Judas Iscariotes furtava parte desse dinheiro. (João 12:4-6) Ele com certeza não era dirigido por espírito santo. Nós que somos guiados pelo espírito de Deus ‘comportamo-nos honestamente em todas as coisas’. (Heb. 13:18) Assim evitamos contristar o espírito santo de Jeová. 
w10 15/5 4:10, 11

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Os lábios de quem é estúpido entram em altercação. — Pro. 18:6.



Assim como é preciso ser bondoso e controlado ao falar com colegas de trabalho ou com desconhecidos no ministério, é preciso ser assim também na congregação e no lar. Dar vazão à ira sem medir as consequências pode causar sérios danos à saúde espiritual, emocional e física tanto nossa como de outros. (Pro. 18:7) Maus sentimentos — manifestações de nossa natureza imperfeita — precisam ser controlados. Linguagem abusiva, zombaria, desprezo e rancor são condenáveis. (Col. 3:8; Tia. 1:20) Podem destruir relações preciosas com outros e com Jeová. Jesus ensinou: “Todo aquele que continuar furioso com seu irmão terá de prestar contas ao tribunal de justiça; mas, quem se dirigir a seu irmão com uma palavra imprópria de desprezo terá de prestar contas ao Supremo Tribunal; ao passo que quem disser: ‘Tolo desprezível!’, estará sujeito à Geena ardente.” 
— Mat. 5:22. 
w10 15/6 4:7

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Fazei o máximo para serdes finalmente achados por [Deus] sem mancha nem mácula, e em paz. — 2 Ped. 3:14.




Jeová obviamente sabe que precisamos nos esforçar para permanecer “sem mancha nem mácula”, limpos da imundície do mundo de Satanás. Esforçar-nos inclui proteger nosso coração para que não seja dominado por desejos errados. (Pro. 4:23; Tia. 1:14, 15) Inclui também ficar firme contra os que ficam intrigados com o nosso modo de vida cristão e que “falam de [nós] de modo ultrajante”. (1 Ped. 4:4) Por causa de nossa imperfeição, é uma luta fazer o que é correto. (Rom. 7:21-25) Só poderemos vencer se recorrermos a Jeová, que generosamente dá espírito santo aos que o pedem com sinceridade. (Luc. 11:13) Esse espírito, por sua vez, desenvolve em nós qualidades que Deus aprova e que nos ajudam a enfrentar não apenas as tentações da vida mas também suas provações, que possivelmente aumentarão com a aproximação do dia de Jeová. 
w10 15/7 2:10-12

Um lindo dia para você
Rose

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

João retirou-se deles e voltou para Jerusalém. — Atos 13:13.



Um relato bíblico que mostra que não devemos guardar ressentimentos contra alguém que nos desapontou é o de João Marcos. Quando Paulo e Barnabé iniciaram sua primeira viagem missionária, Marcos os acompanhou a fim de ajudá-los. Mas, num certo momento da viagem, por motivo não especificado, João Marcos deixou seus companheiros e voltou para casa. Paulo ficou tão decepcionado com essa decisão que, ao planejar uma segunda viagem, não queria que Marcos viajasse com eles. (Atos 13:1-5, 13; 15:37, 38) Alguns anos depois Paulo escreveu a Timóteo: “Toma a Marcos e traze-o contigo, porque ele me é útil para ministrar.” (2 Tim. 4:11) Marcos havia conquistado a estima de Paulo. Isso nos ensina algo. Quando irmãos superam as dificuldades, e os problemas ficam para trás, o certo a fazer é seguir em frente e ajudar outros a progredir espiritualmente. Ser positivo edifica a congregação.
 w10 15/6 2:16-18

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Saía dele poder e sarava a todos eles. — Luc. 6:19.

Ubatuba

Quando João Batista enviou dois mensageiros para se certificar de que Jesus era o Messias, eles o encontraram ‘curando a muitos de doenças e de moléstias penosas, e de espíritos iníquos, e concedendo a muitos cegos o favor de verem’. Jesus disse então aos dois: “Relatai a João o que vistes e ouvistes: os cegos estão recebendo visão, os coxos estão andando, os leprosos estão sendo purificados e os surdos estão ouvindo, os mortos estão sendo levantados, os pobres são informados das boas novas.” (Luc. 7:19-22) Quanto encorajamento essa mensagem deve ter dado a João! É verdade que o alívio do sofrimento proporcionado por Jesus durante seu ministério terrestre foi apenas temporário. Aqueles a quem ele curou ou ressuscitou mais tarde faleceram. No entanto, os milagres que Jesus realizou na Terra eram vislumbres do alívio permanente que a humanidade terá sob o Seu governo messiânico.
 w10 15/8 4:8, 9

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

As bênçãos são para a cabeça do justo. — Pro. 10:6.

Uruguay
Pouco antes de Israel entrar na Terra Prometida, Jeová indicou que essa nação seria notavelmente próspera e protegida se obedecesse à sua voz. (Deut. 28:1, 2) As bênçãos de Jeová com toda a certeza ‘viriam’ sobre os obedientes. Com que atitude os israelitas deviam obedecer? A Lei de Deus dizia que Jeová se desagradaria se seu povo não o servisse “com alegria e contentamento do coração”. (Deut. 28:45-47) Jeová merece mais do que uma obediência mecânica a ordens específicas, algo que pode ser prestado até mesmo por animais ou demônios. (Mar. 1:27; Tia. 3:3) A obediência genuína a Deus é uma expressão de amor. É marcada pela alegria baseada na certeza de que os mandamentos de Jeová não são pesados e de que ele “se torna o recompensador dos que seriamente o buscam”. — Heb. 11:6; 1 João 5:3. 
w10 15/9 1:3, 4

Tenha um bom dia
Rose

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Fostes lavados, . . . fostes santificados, . . . fostes declarados justos no nome de nosso Senhor Jesus Cristo e com o espírito de nosso Deus. — 1 Cor. 6:11.

Chile- (Lentecapto)

O espírito santo é uma força em favor da pureza do povo de Deus. Os que desempenham uma parte no propósito de Jeová têm de ser moralmente puros. (1 Cor. 6:9-11) Antes de se tornarem cristãos verdadeiros, alguns praticavam coisas imorais, tais como fornicação, adultério e homossexualismo. Os desejos que geram atos pecaminosos podem estar profundamente arraigados. (Tia. 1:14, 15) Mas tais pessoas foram ‘lavadas’, indicando que fizeram as necessárias mudanças na vida para agradar a Deus. O que habilita alguém que ama a Deus a resistir ao impulso de satisfazer desejos errados? “O espírito de nosso Deus”, diz o texto de hoje. Por permanecer moralmente puro, você mostra que o espírito é uma força dominante na sua vida. 
w10 15/4 2:11


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Falai a verdade, cada um de vós com o seu próximo, porque somos membros que se pertencem uns aos outros. — Efé. 4:25.

Maceió


Por estarmos unidos como “membros que se pertencem uns aos outros”, certamente não devemos ser ‘sinuosos’ nem tentar enganar nossos irmãos, pois isso seria o mesmo que mentir. Quem persiste nesse proceder acaba perdendo sua relação com Deus. (Pro. 3:32) Palavras e ações enganosas podem romper a união da congregação. Portanto, devemos ser como o confiável profeta Daniel, no qual ninguém conseguia encontrar algum vestígio de corrupção. (Dan. 6:4) E é preciso ter em mente o lembrete de Paulo aos cristãos com esperança celestial, ou seja, que cada membro do “corpo do Cristo” pertence a todos os outros e precisa permanecer unido com os sinceros seguidores ungidos de Jesus. (Efé. 4:11, 12) Se esperamos viver para sempre na Terra paradísica, nós também temos de sempre falar a verdade, contribuindo assim para a união de nossa fraternidade mundial.
 w10 15/5 4:7, 8

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Como manusear a Bíblia



COMO MANUSEAR A BÍBLIA
  A BÍBLIA compõe-se de 66 livros e cartas. Esses são divididos em capítulos e versículos, para pronta consulta. 
Nos textos citados nas postagens, o primeiro número após o nome do livro ou da carta da Bíblia indica o capítulo, e o número seguinte, o versículo. 
Por exemplo, a citação “2 Timóteo 3:16” se refere à segunda carta a Timóteo, capítulo 3, versículo 16.
  Você aprenderá rapidamente a manusear a Bíblia procurando os textos citados. 
E que tal iniciar um programa de leitura diária da Bíblia? 
Lendo de três a cinco capítulos por dia, poderá ler a Bíblia inteira em um ano.

Até breve
Rose

Jeová sabe livrar da provação os de devoção piedosa. — 2 Ped. 2:9.



Não importa que provações venhamos a sofrer, sempre podemos contar com o amor de Deus para nos apoiar. (Rom. 8:35-39) Embora Satanás não desista de tentar nos desanimar, ele fracassará se permanecermos “ajuizados” e “vigilantes, visando as orações”. (1 Ped. 4:7) Jesus disse: “Mantende-vos despertos, fazendo todo o tempo súplica para que sejais bem-sucedidos em escapar de todas estas coisas que estão destinadas a ocorrer, e em ficar em pé diante do Filho do homem.” (Luc. 21:36) Note que Jesus usou a palavra “súplica”, que é uma forma de oração muito fervorosa. Por nos exortar a fazer súplicas, Jesus enfatizou que agora não é tempo de ser indiferente com respeito à nossa posição perante ele e seu Pai. Apenas os que estiverem numa condição aprovada terão a perspectiva de sobreviver ao dia de Jeová.
 w10 15/7 2:13, 16

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Mudanças que Deus fará na Terra



A BÍBLIA ENSINA QUE DEUS FARÁ AS SEGUINTES MUDANÇAS NA TERRA:

‘Enxugará dos seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor.’ — Revelação (Apocalipse) 21:4
“O coxo estará escalando como o veado.” — Isaías 35:6
“Abrir-se-ão os olhos dos cegos.” — Isaías 35:5
“Todos os que estão nos túmulos memoriais . . . sairão.” — João 5:28, 29
“Nenhum residente dirá: ‘Estou doente.’” — Isaías 33:24
“Virá a haver bastante cereal na terra.” — Salmo 72:16

BENEFICIE-SE DO QUE A BÍBLIA ENSINA
Não descarte logo o que os textos acima dizem como se fosse apenas uma ilusão. Deus prometeu realizar tais coisas, e a Bíblia explica como ele fará isso.
Mas a Bíblia vai além disso. Ela fornece a chave para que você tenha desde já uma vida realmente gratificante. Pense um pouco em suas próprias ansiedades e problemas. Talvez envolvam questões financeiras, problemas familiares, doença, ou a morte de uma pessoa amada. A Bíblia pode ajudá-lo a enfrentar os problemas, e trazer-lhe alívio, respondendo a perguntas como estas:

▪ Por que sofremos?
▪ Como lidar com as ansiedades da vida?
▪ Como podemos tornar mais feliz a vida em família?
▪ Existe vida após a morte?
▪ Será que um dia veremos de novo nossos parentes e amigos que já morreram?
▪ Como podemos ter certeza de que Deus cumprirá suas promessas?

Até amanhã. Tenha uma boa noite.
Rose


Não porei diante dos meus olhos nenhuma coisa imprestável. — Sal. 101:3.

Amazonas - Floresta


Os cristãos evitam entretenimento que promove o materialismo ou o ocultismo, ou que destaca a violência, o derramamento de sangue e a morte. Os pais cristãos têm o dever perante Jeová de ser seletivos quanto ao que permitem que se veja na sua casa. Naturalmente, nenhum cristão verdadeiro se envolveria de propósito no espiritismo. Mesmo assim, os pais precisam precaver-se contra filmes, seriados de TV, jogos eletrônicos, e até mesmo histórias em quadrinhos e livros infantis que destacam práticas sinistras ou sobrenaturais. (Pro. 22:5) Sejamos jovens ou idosos, nossos olhos não devem ter prazer em videogames que destacam a violência e retratam a matança com extremo realismo. (Sal. 11:5) Temos de nos recusar a focar a mente em qualquer atividade que Jeová condena. Lembre-se, o alvo de Satanás são os nossos pensamentos. (2 Cor. 11:3) Até mesmo gastar tempo demais com entretenimento considerado aceitável pode prejudicar a adoração em família, a leitura diária da Bíblia e a preparação para as reuniões. — Fil. 1:9, 10.
 w10 15/4 3:12, 13

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Será que era isso o que Deus queria?

ABRA qualquer jornal. Assista a um noticiário na televisão ou no rádio. Quantas notícias sobre crime, guerra e terrorismo! Pense nos seus próprios problemas. Talvez uma doença ou a morte de um ente querido esteja lhe causando grande sofrimento. Você talvez se sinta como Jó , um homem bom que certa vez disse que se sentia ‘mergulhado na aflição’.
— Jo´ 10:15, Nova Versão Internacional.

Pergunte-se:
ˇ Será que era isso o que Deus queria para mim e para toda a humanidade?
ˇ Onde posso encontrar ajuda para lidar com meus problemas?
ˇ Há esperança de que um dia teremos paz na Terra?

A Bíblia dá respostas satisfatórias a essas perguntas. Podemos juntos aprender mais sobre essas perguntas.

 Vamos dar inicio ao projeto: "O que a Bíblia realmente ensina"?
Se tirarmos todos os dias 10 minutos para aprender um pouquinho, em pouco tempo estaremos satisfeitos com as respostas que a Bíblia ensina.

Seus comentários serão bem vindos, suas perguntas também. 

Até amanhã
Rose

Jesus . . . se entregou como resgate correspondente por todos. — 1 Tim. 2:5, 6.



Como descendentes de Adão, nós herdamos um corpo imperfeito inclinado ao pecado e condenado à morte. Quando Adão pecou, nós estávamos nas suas entranhas, por assim dizer. Portanto, a sentença de morte também nos atingiu. Se Jeová revertesse o processo da morte sem pagar um resgate, ele não seria fiel à sua palavra. Na realidade, Paulo falou por todos nós quando disse: “Sabemos que a Lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado. Homem miserável que eu sou! Quem me resgatará do corpo que é submetido a esta morte?” (Rom. 7:14, 24) Somente Jeová Deus poderia prover a base legal por meio da qual pudesse com justiça perdoar nossos pecados e nos livrar da penalidade da morte eterna. Ele fez isso por enviar, do céu, seu Filho amado para nascer como humano perfeito que pudesse dar a vida como resgate por nós. Diferentemente de Adão, Jesus permaneceu perfeito. De fato, “ele não cometeu pecado”. — 1 Ped. 2:22.
 w10 15/8 2:9, 10


sábado, 4 de fevereiro de 2012

Deus enviou o seu Filho. — Gál. 4:4.

Ubatuba


Jeová enviou seu anjo Gabriel ao profeta Daniel para transmitir-lhe uma profecia a respeito da vinda do “Messias, o Líder”. (Dan. 9:21-25) Bem no tempo certo, no outono setentrional de 29 EC, Jesus foi batizado por João. Foi derramado espírito santo sobre Jesus, que se tornou o Ungido — Cristo, o Messias. (Mat. 3:13-17; João 1:29-34) Como tal, ele viria a ser um Líder incomparável. Desde o início de seu ministério na Terra, Jesus mostrou que era realmente o “Messias, o Líder”. Logo nos primeiros dias ele começou a reunir discípulos e realizou seu primeiro milagre. (João 1:35–2:11) Os seus discípulos o acompanhavam nas suas viagens por todo o país, pregando as boas novas do Reino. (Luc. 8:1) Ele os treinou e liderou na obra de pregação e ensino, dando excelente exemplo. (Luc. 9:1-6) Os anciãos cristãos atuais farão bem em imitá-lo nesse respeito.
 w10 15/9 4:4, 5


Lindo dia para você
Rose

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Persiste em vencer o mal com o bem. — Rom. 12:21.

Ubatuba
Falar com bondade e a boa comunicação ajudam a estabelecer e firmar relações pacíficas. De fato, fazer o possível para melhorar nossas relações com outros pode melhorar nossa comunicação com eles. Achegar-se a outros com gestos sinceros e bondosos — procurar oportunidades de ajudar, dar um presente, ser hospitaleiro — pode contribuir para uma comunicação franca. Pode até mesmo ‘amontoar brasas’ sobre uma pessoa e despertar nela boas qualidades, facilitando a solução de problemas. (Rom. 12:20) O patriarca Jacó sabia disso. Certa ocasião, seu irmão gêmeo, Esaú, ficou tão furioso com Jacó que este fugiu com medo de ser morto por ele. Depois de muitos anos, Jacó voltou. Esaú foi ao seu encontro com 400 homens. Jacó orou a Jeová pedindo ajuda. Daí, antes de encontrar-se com Esaú, Jacó enviou-lhe um grande presente em gado. O presente surtiu efeito. Ao se encontrarem, Esaú, comovido, correu e abraçou Jacó. — Gên. 27:41-44; 32:6, 11, 13-15; 33:4, 10. 
w10 15/6 4:10, 11

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

O amor é longânime e benigno. — 1 Cor. 13:4.

Meu jardim


“Para todas as coisas tenho força em virtude daquele que me confere poder”, escreveu Paulo. (Fil. 4:13) O espírito de Deus habilita um cônjuge cristão a fazer muitas coisas que de outra forma seriam impossíveis. Por exemplo, pode ser tentador revidar o tratamento cruel da parte do cônjuge descrente. Mas a Bíblia diz aos cristãos: “Não retribuais a ninguém mal por mal. . . . Pois está escrito: ‘A vingança é minha; eu pagarei de volta, diz Jeová.’” (Rom. 12:17-19) E 1 Tessalonicenses 5:15 nos aconselha: “Vede que ninguém pague a outro dano por dano, mas, empenhai-vos sempre pelo que é bom de uns para com os outros e para com todos os demais.” O que é impossível nas nossas próprias forças torna-se possível com o apoio do espírito santo de Jeová. Como é apropriado orar para que o espírito santo de Deus nos dê o que nos falta! 
w10 15/5 2:8, 9

Tenha um lindo dia
Rose

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Quem te faz diferir de outro? Deveras, o que tens que não tenhas recebido? Se, agora, deveras o tens recebido, por que te jactas como se não o tivesses recebido? — 1 Cor. 4:7.



O orgulho divide as pessoas. O orgulhoso gosta de se achar superior e, em geral, sente prazer egoísta em se jactar. Mas isso não raro obstrui a união; os que ouvem a jactância talvez sintam ciúme. O discípulo Tiago diz francamente: “Todo esse orgulho é iníquo.” (Tia. 4:16) É desamoroso tratar os outros como inferiores. Algo extraordinário é que Jeová — por lidar com pessoas imperfeitas como nós — é um exemplo de humildade. Davi escreveu a respeito de Deus: “É a tua humildade que me engrandece.” (2 Sam. 22:36) A Palavra de Deus nos ajuda a vencer o orgulho por nos ensinar a ter um modo de pensar correto. Portanto, Paulo foi inspirado a fazer as perguntas do texto de hoje.
 w10 15/9 2:11