quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Considerai tudo com alegria, meus irmãos, ao enfrentardes diversas provações, sabendo que esta qualidade provada da vossa fé produz perseverança. — Tia. 1:2, 3.

Alemanha (Foto: Lentcapto)
Veja o exemplo de José, filho de Jacó, que foi vendido como escravo pelos seus próprios irmãos. (Gên. 37:23-28; 42:21) Será que José perdeu a fé por causa dessa crueldade? Ficou amargurado com Deus por ter permitido esse mal contra ele? A Palavra de Deus responde claramente que não! E esse não foi o fim das provações de José. Mais tarde, ele foi acusado falsamente de tentativa de estupro e foi preso. Mais uma vez, porém, ele não vacilou na sua devoção a Deus. (Gên. 39:9-21) Em vez disso, permitiu que as provações o fortalecessem, e foi muito recompensado por isso. É verdade que as provações podem causar tristeza ou até mesmo depressão. Mas, em vez de ficar desanimado, por que não encarar as provações como oportunidade de confirmar seu amor a Deus e refinar sua fé nele e na sua Palavra?
 w10 15/7 2:13-15

2 comentários:

  1. Nossas provações vai nos refinando, e do mesmo modo nos amadurecendo, logo, produz perseverança. È lido! esse texto!

    ResponderExcluir
  2. Amiga!
    Venho lhe deixar um abraço carinhoso. Obrigada pelo carinho lá no castelo. Andei sumida, mas agora estou voltando. Saudades!

    Beijo

    ResponderExcluir

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.