quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Texto diário




A Bíblia não diz por que o profeta mais jovem não consultou a Jeová antes de desviar-se do caminho e ir comer e beber com o homem idoso. Teria o homem idoso lhe dito algo que ele queria ouvir? O que isso nos ensina? Temos de estar absolutamente convencidos da legitimidade dos requisitos de Jeová. E temos de estar decididos a segui-los, custe o que custar.



O que mais podemos aprender do erro do profeta de Judá? Provérbios 3:5 diz: “Confia em Jeová de todo o teu coração e não te estribes na tua própria compreensão.” Em vez de sempre confiar em Jeová, como fazia antes, nessa ocasião o profeta de Judá confiou no próprio critério. Esse erro lhe custou a vida e seu bom nome perante Deus. O que aconteceu com ele destaca enfaticamente o valor de servir a Jeová com modéstia e lealdade.

 A inclinação egoísta de nosso coração tende a nos desencaminhar. “O coração é mais traiçoeiro do que qualquer outra coisa e está desesperado.” (Jer. 17:9) A fim de permanecermos leais a Jeová temos de continuar a nos esforçar arduamente em eliminar a velha personalidade com sua tendência para a presunção e autoconfiança. E temos de nos revestir da nova personalidade, “criada segundo a vontade de Deus, em verdadeira justiça e lealdade”. — Leia Efésios 4:22-24.

“A sabedoria está com os modestos”, diz Provérbios 11:2. Confiar modestamente em Jeová nos ajuda a evitar cometer graves erros. Por exemplo, o desânimo pode com facilidade distorcer nosso critério. (Pro. 24:10) Pode ser que fiquemos cansados de certo aspecto do serviço sagrado, passando a achar que já fizemos o suficiente ao longo dos anos, e que talvez agora seja a vez de outros levarem a carga. Ou pode ser que desejemos levar uma vida mais “normal”. No entanto, ‘esforçar-nos vigorosamente’ e ‘ter sempre bastante para fazer na obra do Senhor’ protegerá nosso coração. — Luc. 13:24; 1 Cor. 15:58.

Às vezes pode acontecer de termos de tomar decisões difíceis, e o proceder correto a adotar talvez não fique logo evidente. Seríamos então tentados a resolver o assunto do nosso próprio modo? Sempre que nos encontrarmos numa situação assim, será sábio pedirmos a ajuda de Jeová. “Se alguém de vós tiver falta de sabedoria”, diz Tiago 1:5, “persista ele em pedi-la a Deus, pois ele dá generosamente a todos”. Nosso Pai celestial nos dará o espírito santo de que necessitamos para tomarmos boas decisões. — Leia Lucas 11:9, 13.

2 comentários:

  1. Eu tambem achei interessante o texto diario de hoje, isso indica que devemos absorver ainda mais os principios de Jeová em nossos corações não obedecer porque temos medo, mas obedecer porque o amamos. E pedir sempre sabedoria e seu espirito santo, pra sempre tomarmos boas decisões diaramente e principalmente pra fazer ainda melhor a sua vontade.

    ResponderExcluir
  2. HOLA QUERIDA HERMANA...me llamo Karina y soy de Argentina,es muy bello tu blog y muy estimulante...aunque no hablemos el mismo idioma,el tener el mismo lenguaje espiritual hace que pueda entender tus palabras,como el texto del dia...te invito a visitar mi blog:si quieres puedes entrar en el de PAGINAS DE NANCY,alli deje un comentario como ARANKÚ...mis cariños cristianos...kary.

    ResponderExcluir

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.