quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Texto diário



Eu te farei ter perspicácia e te instruirei no caminho em que deves andar. — Sal. 32:8.


Jesus designou o escravo fiel e discreto “sobre os seus domésticos”, isto é, os membros da classe-escravo, “para dar-lhes o seu alimento no tempo apropriado”. Ele também designou o escravo “sobre todos os seus bens”. (Mat. 24:45-47) Esses “bens” incluem a crescente “grande multidão” de “outras ovelhas”. (Rev. 7:9; João 10:16) Não deveriam os ungidos e as “outras ovelhas” confiar no escravo que foi designado sobre eles? Por muitas razões, a classe-escravo merece nossa confiança. Duas razões notáveis são: (1) Jeová confia na classe-escravo. (2) Jesus também confia nela.

Os seguidores ungidos de Cristo, que servem fielmente a Deus e morrem com corpos humanos corruptíveis, não são ressuscitados apenas como criaturas espirituais de vida eterna. Eles ganham a imortalidade — vida infinita e indestrutível. Além do mais, alcançam a incorrupção, recebendo corpos não sujeitos à decomposição e, pelo visto, auto-sustentáveis. Revelação 4:4 retrata esses ressuscitados como estando sentados em tronos com coroas de ouro na cabeça. Está em reserva para os cristãos ungidos a glória da realeza.

Jesus Cristo designou o escravo fiel e discreto “sobre todos os seus bens”, ou seja, todos os interesses do Reino na Terra. (Mat. 24:47) Esses bens incluem as instalações na sede mundial das Testemunhas de Jeová, nas filiais e congêneres em muitos países, nos Salões de Assembléias e Salões do Reino em todo o mundo. Incluem também a obra de pregar o Reino e fazer discípulos. Será que alguém entregaria a guarda e o uso de suas coisas valiosas a uma pessoa em quem não confiasse?

Jesus Cristo considera o apoio leal que se dá a seus irmãos como sendo dado a si mesmo. (Leia Mateus 25:40.) Como, então, os que têm a esperança terrestre podem apoiar os irmãos de Cristo ungidos por espírito? Primariamente, por ajudá-los na obra de pregar o Reino. (Mat. 24:14; João 14:12) Embora o número de ungidos que ainda estão na Terra tenha diminuído ao longo das décadas, o número de outras ovelhas tem aumentado. Por participarem na obra de dar testemunho, se possível como evangelizadores de tempo integral, os que têm esperança terrestre apóiam os ungidos por espírito no cumprimento da designação de fazer discípulos. (Mat. 28:19, 20

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.