terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Visita à vó Nenzica





Que bom foi visitá-la hoje (12/11/2010). Meus pais ficaram muito contentes de poder vê-la.
E ela! Que alegria... Embora encurvada pela idade, mantém o espírito jovem.
Fala, conta, relembra, pergunta.... Sem parar.
Não se esquece de nada, nenhum detalhe. Não só do passado, mas do presente também.
Disse-me hoje que só se arrepende de duas coisas na vida.
1- Na escola, ainda menina, o professor disse a sua mãe que ela era muito inteligente, que deveria continuar a estudar. Sua mãe disse que ela faria isso, mas ela não quis – preferiu trabalhar com os pais. Imagine a quanto tempo se deu isso....minha bisavó deve ter sido uma mulher a frente de seu tempo.
2- Nunca ter aceito usar óculos. “Eu dizia que não ia ficar com essa duas rodas no meu nariz, mas se eu tivesse usado não estaria com problemas para ler”.
Ela leu a vida inteira jornais, revistas, etc. Agora não esta enxergando, diz que já fez cirurgia, mas não adianta. Ela sente muito.
Disse: “O médico me disse que se eu continuar me cuidando, chego aos 100”, e provavelmente chegue, mas sente que todos deveriam viver mais.
Realmente é por isso que a humanidade precisa do Novo mundo. Como será maravilhoso quando todos os que viverem, não seja só 100 anos, mas para sempre.
Por enquanto, viver mais depende de vários fatores externos e internos, mas, algo é de extrema importância, como observo no caso de minha avó – mente tranqüila.
Ela sempre viveu assim, tranqüila, mas como disse hoje, “não podemos parar, tem que estar fazendo algo, como o corpo e com a mente”.
Perguntou-me se eu sabia a língua do P. Quando eu disse que sim, foi visível a sua alegria.
Ela aprendeu com sua mãe. Ensinou meu avô, para eles conversarem quando tinham visitas. – “Tem coisas que as pessoas não precisam saber o que estamos falando”.
E começou a falar na língua do P. Na sala ninguém a entendia. Que bom que eu consegui entende-la. Nunca vou esquecer a expressão de felicidade em seu rosto.. Acho que nunca a observei assim.
Agradeço a Jeová por esse abençoado dia...

Ó Jeová eu lhe suplico
Ensina-nos a contar os nossos dias,
Que eles sejam bem usados
Para que demos louvor a teu Nome.

Que nossa vida não seja...
Vazia, sem opções,
Que se torne repleta
De amor em nossos corações.

Abençoe nossa família
Que eles venham a entender
Que a vida melhor que há
Esta em teu louvor manter.

2 comentários:

  1. Que delícia compartilhar a sabedoria e o carinho dos mais idosos.
    Quanta alegria iremos desfrutar em breve quando a morte não mais existir e a velhice não mais cobrar o seu alto preço.
    Linda experiência esta, fico feliz que tenha compartilhado conosco.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  2. essa vontade de viver, deixa claro que Jeová nos fez com o desejo de vida eterna...como mostra eclesiaste 9:11. Por isso acredito muito na promessa de Jeová no salmo 145:16: "abres a tua mão e sastifazes o desejo de toda coisa vivente!"Bjs. Elisangela

    ResponderExcluir

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.