quarta-feira, 30 de maio de 2012

Eu vos escrevi em muita tribulação e angústia de coração, com muitas lágrimas, não para vos entristecer, mas para que soubésseis que amor tenho, mais especificamente por vós. — 2 Cor. 2:4.


Servir envolve trabalho árduo e exige espírito de abnegação. Por serem pastores espirituais, os superintendentes cristãos se interessam profundamente nos problemas do rebanho. As palavras do texto de hoje são evidência de que Paulo dedicou-se de coração ao seu trabalho. O espírito de abnegação sempre caracterizou os homens que trabalharam em favor dos servos de Jeová. Por exemplo, não podemos imaginar Noé dizendo à sua família: ‘Avisem-me quando a arca estiver pronta, para que eu possa juntar-me a vocês.’ Moisés não disse aos israelitas no Egito: ‘Vejo vocês no mar Vermelho. Deem um jeito de chegar lá.’ Josué nunca disse: ‘Avisem-me quando as muralhas de Jericó caírem.’ E Isaías não apontou para alguém e disse: ‘Envia este.’ — Isa. 6:8. 
w10 15/5 3:7, 8

Tenha um dia abençoado
Rose



Um comentário:

  1. Pois é inegável a qualidade desse amor que moveu cada um desses a agirem em sentido de provar seu desejo em fazer, em construir, em ultrapassar o medo. Enfim que possamos imita-los o melhor que pudermos nesse tempo do fim...
    Bjooo

    ResponderExcluir

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.