sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

As bênçãos são para a cabeça do justo. — Pro. 10:6.

Uruguay
Pouco antes de Israel entrar na Terra Prometida, Jeová indicou que essa nação seria notavelmente próspera e protegida se obedecesse à sua voz. (Deut. 28:1, 2) As bênçãos de Jeová com toda a certeza ‘viriam’ sobre os obedientes. Com que atitude os israelitas deviam obedecer? A Lei de Deus dizia que Jeová se desagradaria se seu povo não o servisse “com alegria e contentamento do coração”. (Deut. 28:45-47) Jeová merece mais do que uma obediência mecânica a ordens específicas, algo que pode ser prestado até mesmo por animais ou demônios. (Mar. 1:27; Tia. 3:3) A obediência genuína a Deus é uma expressão de amor. É marcada pela alegria baseada na certeza de que os mandamentos de Jeová não são pesados e de que ele “se torna o recompensador dos que seriamente o buscam”. — Heb. 11:6; 1 João 5:3. 
w10 15/9 1:3, 4

Tenha um bom dia
Rose

Um comentário:

  1. É uma realidade a ser considerada seriamente isso, afinal mesmo hoje temos que lembrar de fazer a vontade de Jeová também “com alegria e contentamento do coração”. (Deut. 28:45-47)
    Bjoooo

    ResponderExcluir

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.