quinta-feira, 12 de julho de 2012

Cristo sofreu por vós, deixando-vos um modelo para seguirdes de perto os seus passos. — 1 Ped. 2:21.


Jeová nos ensina a promover o respeito e a união tanto na congregação como na família por estabelecer limites bem definidos quanto ao nosso modo de falar. “Não saia da vossa boca nenhuma palavra pervertida . . . Sejam tirados dentre vós toda a amargura maldosa, e ira, e furor, e brado, e linguagem ultrajante, junto com toda a maldade.” (Efé. 4:29, 31) Uma das maneiras de evitar a linguagem ofensiva é cultivar uma atitude mais respeitosa para com outros. Por exemplo, um homem que fala de modo abusivo com a esposa deve se esforçar em mudar de atitude, em especial depois de aprender que Jeová honra as mulheres. Deus até mesmo unge algumas delas com espírito santo, dando-lhes a perspectiva de reinar com Cristo. (Gál. 3:28; 1 Ped. 3:7) De modo similar, espera-se que a mulher que costuma gritar com o marido mude de proceder depois que aprende como Jesus se controlava quando era provocado. — 1 Ped. 2:22, 23.
 w10 15/9 3:13

Tenha um lindo dia
Rose

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.