sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Perseguirão também a vós. — João 15:20.


Muitos cristãos que no passado ou no presente enfrentaram e venceram perseguição relatam que, no auge das provações, sentiram paz interior, que é um dos aspectos do fruto do espírito santo de Deus. (Gál. 5:22) Essa paz, por sua vez, os ajudou a proteger o coração e as faculdades mentais. Sim, Jeová usa sua força ativa para capacitar seus servos a superar as provações e a agir com sabedoria diante da adversidade. Observadores muitas vezes ficaram admirados com a determinação do povo de Deus de se manter íntegro mesmo quando cruelmente perseguido. As Testemunhas de Jeová pareciam imbuídas de uma força sobre-humana, e de fato estavam. O apóstolo Pedro nos garante: “Se fordes vituperados pelo nome de Cristo, felizes sois, porque o espírito de glória, sim, o espírito de Deus, está repousando sobre vós.” (1 Ped. 4:14) Sermos perseguidos por defender normas justas indica que temos a aprovação divina. — Mat. 5:10-12.
 w11 15/1 5:6, 7



Um comentário:

  1. As vezes podemos nos erritar, com algumas pessoas no serviço de campo, devido a nossa imperfeição, mais nunca podemos esqueçer que aquela pessoa que nos irritou , pode estar com problemas no momento,e daremos bom testemunho se reagir-mos com bondade , e sairemos em paz e deixando a porta aberta para uma outra oportunidade!

    ResponderExcluir

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.