domingo, 9 de dezembro de 2012

Por favor, tem prazer nas ofertas voluntárias de minha boca, ó Jeová. — Sal. 119:108.


Pregar com zelo prova nosso amor a Jeová e nosso desejo de ter sua aprovação. Veja, por exemplo, como o profeta Oseias exortou os israelitas que haviam adotado a adoração falsa e perdido o favor de Deus. (Ose. 13:1-3) Oseias lhes disse que implorassem: “Que tu [Jeová] perdoes o erro; e aceita o que é bom, e nós ofereceremos em troca os novilhos de nossos lábios.” (Ose. 14:1, 2) O novilho era o animal mais caro que um israelita podia oferecer a Jeová. Assim, “os novilhos de nossos lábios” referiam-se a palavras sinceras e bem pensadas proferidas em louvor do Deus verdadeiro. Como Jeová encarava os que ofereciam tais sacrifícios? Ele disse: “Amá-los-ei de minha própria vontade.” (Ose. 14:4) Aos que lhe ofereciam tais sacrifícios de louvor, Jeová concedia perdão, aprovação e amizade. Louvar a Jeová publicamente sempre foi um aspecto importante na adoração verdadeira.
 w11 15/2 2:14-16



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.