quarta-feira, 6 de junho de 2012

Consumiu-me o puro zelo pela tua casa. — Sal. 69:9.


No começo de seu ministério, na época da Páscoa de 30 EC, Jesus e seus discípulos foram a Jerusalém e observaram no templo ‘os que vendiam gado, ovelhas, pombas, e os corretores de dinheiro nos seus assentos’. Como Jesus reagiu, e que impressão isso causou nos seus discípulos? (João 2:13-17) O que Jesus disse e fez naquela ocasião levou os discípulos a se lembrarem das palavras proféticas do texto de hoje. Por quê? Porque o que Jesus fez foi muito arriscado e perigoso. Afinal, as autoridades do templo — os sacerdotes, os escribas e outros — estavam por trás da escandalosa atividade lucrativa que ocorria ali. Para expor e romper o esquema deles, Jesus tinha de se lançar como inimigo do sistema religioso daqueles dias. Como os discípulos bem avaliaram, o ‘zelo pela casa de Deus’, ou zelo pela adoração verdadeira, estava claramente em evidência. 
w10 15/12 1:7, 8

Tenha um bom dia
Rose

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.