terça-feira, 26 de junho de 2012

Deus pode pesar-me na balança da justiça, e então reconhecerá a minha integridade. — Jó 31:6, “Bíblia Pastoral”.


Jeová pesa toda a humanidade na “balança da justiça”. Como no caso de Jó, Deus usa seu padrão perfeito de justiça para medir a nossa integridade como Seus servos dedicados. Se nos tornarmos enganadores ou falsos, não seremos íntegros a Deus. As pessoas íntegras ‘renunciaram às coisas dissimuladas, que são vergonhosas’ e não ‘andam com astúcia’. (2 Cor. 4:1, 2) Mas que dizer se usarmos de engano em palavras ou ações, resultando em que um irmão na fé tenha de pedir ajuda a Deus? Seria muito ruim para nós! “Invoquei a Jeová na minha aflição e ele passou a responder-me”, cantou o salmista. “Ó Jeová, livra deveras a minha alma de lábios falsos, da língua dolosa.” (Sal. 120:1, 2) É bom lembrar-se de que Deus pode sondar o nosso íntimo e de que ele “prova o coração e os rins” para ver se somos genuínas pessoas de integridade. — Sal. 7:8, 9. 
w10 15/11 5:6, 7

Tenha um dia abençoado
Rose


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.