terça-feira, 12 de junho de 2012

Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, a fim de que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna. — João 3:16.


Não devia o amor abnegado de Jesus em servir como Redentor da humanidade nos motivar a ter apreço? Ao falar de seus sentimentos pelo rebanho, um ancião veterano disse: “As palavras de Jesus a Pedro — pastoreia minhas ovelhinhas — são de grande motivação para mim. Percebi como algumas palavras amorosas, ou um simples gesto de bondade, podem reanimar outra pessoa. Gosto muito do trabalho de pastoreio.” (João 21:16) Com relação ao rebanho de Deus, homens dedicados na congregação certamente desejam refletir a atitude de Jesus, que disse: “Eu vos reanimarei.” (Mat. 11:28) A fé em Deus e o amor pela congregação motivam homens cristãos a procurar realizar essa obra excelente, não achando que o preço ou o sacrifício sejam elevados demais. 
w10 15/5 3:9, 10

Tenha um bom dia
Rose


2 comentários:

  1. Sou grata a Jeová todos os dias de minha vida por me dar o privilégio de ter casado com um homem dedicado que reflete a atitude de Cristo que disse "Eu vos reanimarei".
    Que todas nós tenhamos apreço por esses homens cristãos que usam a vida no serviço de Jeová!
    Rose

    ResponderExcluir
  2. É mesmo um trabalho maravilhoso o dos nossos anciãos, a visitas de pastoreio são uma fonte de encorajamento bem vindo nesses tempos tão difícieis que vivemos. Bem sei que custa as vezes muitos sacrificios da parte deles disponibilizar tempo, mas os que o fazem de coração aberto Jeová nunca deixará de os abençoar! Parabéns Rose seu marido é muito amoroso, generoso, sempre bem disposto, fico feliz por te-los como irmãos e amigos do coração!

    ResponderExcluir

Como é bom compartilharmos nosso estudo pessoal.
Sinta-se a vontade para comentar.